textos imcomplet.


outubro 23, 2008, 4:24 pm
Filed under: Sem-categoria

Escuta. Nos sonhos, sobretudo durante os pesadelos que provêm dum desarranjo de estômago ou de outra coisa, o homem tem por vezes visões tão belas, cenas da vida real tão complicadas, atravessa a tal sucessão de acontecimentos, de peripécias inesperadas, desde as manifestações mais altas até as menores bagatelas, que, juro-te, o próprio Liev Tolstói não as imaginaria. Entretanto, esses sonhos ocorrem não aos escritores, mas a pessoas comuns: funcionários, jornalistas, popes… Um ministro chegou a confessar-me que suas melhores idéias lhe vinham quando dormia. É o mesmo agora; digo coisas originais, que nunca te vieram ao espíríto, como nos pesadelos, entretanto, não sou senão tua alucinação.

[a alucinação de ivã fiódorovitch – irmãos karamázovi]

Anúncios


maio 23, 2008, 8:27 pm
Filed under: Sem-categoria | Tags:

xxiv

 

a cabecinha entre as grades da varanda,

como medindo o tamanho da cuca.

 

e inventando um tom de 24° andar

e um gosto de laranja e leite desnatado.



fevereiro 16, 2008, 5:36 pm
Filed under: Sem-categoria

parte de algo antigo.

Carta ao P.

Creio em Deus Pai,

Pai,

Todo-poderoso,

Ontem vi no céu um pássaro, que você nem vai acreditar,

Criador do céu e da terra.

Era como o nosso Jesuíno.

E em Jesus Cristo,

Ele era tão bom pra gente, pra mim pelo menos.

Seu único Filho, nosso Senhor,

O de ontem era como um buraquinho no céu,

Que foi concebido pelo poder do Espírito Santo.

Um corpo preto, lá longe, parecia parado.

Nasceu da Virgem Maria,

Quando o J. dormiu foi o tio Polônio que me ajudou a preparar o funeral, todo o mausoléu.

 Padeceu sob Pôncio Pilatos, foi crucificado, morto e sepultado.

Ninguém esperava nada dele, do tio P., o tio mudinho, mas foi ele que.

Desceu à mansão dos mortos. Ressuscitou ao terceiro dia.

Eu tinha certeza de que o J. voltaria.

Subiu aos céus, está sentado à direita de Deus Pai todo-poderoso,

E agora eu vi, como um b. lá no alto.

Donde há de vir julgar os vivos e os mortos.

Como anda o tio P., ainda anda?

Creio no Espírito Santo,

E o problema da baba e daquele caninho horrível?

Na Santa Igreja Universal,

Hoje é meu vigésimo dia aqui.

Na comunhão dos santos,

Já não agüento mais.

Na remissão dos pecados,

Não, isso não é uma carta.